VARICOCELE

Podemos definir, de forma geral, varicocele como sendo “varizes do testículo”.

Quando um indivíduo está em pé, a pressão exercida nas veias das pernas e nas veias dos testículos é muito grande. Nos indivíduos que apresentam incompetência das válvulas venosas, o sangue apresenta dificuldade em retornar ao coração, propiciando estase nas veias. Por questões anatômicas, a varicocele pode ocorrer em qualquer dos testículos, ou mesmo em ambos, mas é mais comum acontecer no lado esquerdo.

Hoje, a varicocele é reconhecida como causa de infertilidade masculina, sendo responsável por 30% desses casos.

O comprometimento da capacidade reprodutiva ocorre pelo acúmulo de sangue em volta do testículo, o que eleva a temperatura dentro do saco escrotal e prejudica o processo celular de formação de espermatozoides, além de aumentar a presença de radicais livres no plasma seminal.

O diagnóstico da varicocele pode ser feito pelo exame físico através de manobras que aumentem a pressão abdominal (como tossir, força de defecação), fazendo com que as veias inchem, e o médico possa palpar essas veias.

O tratamento da varicocele é cirúrgico. Na cirurgia, “fecham-se” as veias do plexo venoso testicular, curando a varicocele. A melhor técnica para corrigir a varicocele e reverter seus efeitos prejudiciais é a microcirurgia, que depende de cirurgiões experientes nesta técnica.